TwitterFacebook
Página inicial |
blog PRIME
Prime
A PRIME CLIPPING AGENDA DE SHOWS GALERIA DE FOTOS GALERIA DE VÍDEOS DEIXE SEU RECADO CONTATO

MEGADETH FAZ SHOW APOTEÓTICO EM CURITIBA

22/08/2016

A noite da quinta-feira (18) em Curitiba foi marcada por um dos melhores shows de metal do ano na cidade. O motivo? Com realização da Prime, a banda Megadeth fez um show apoteótico no Spazio Van, que contou com a abertura da banda paulista de heavy rock Republica, que apresentou um som violento e de responsabilidade para esquentar o público.
Na sequência o grupo norte-americano subiu ao palco e mostrou que está em uma de suas melhores fases e nem parece que o Megadeth tem mais de 30 anos de carreira, pois a energia está altíssima.
Os primeiros acordes da imortal “Hangar 18” soaram como indício de que não seria uma noite qualquer. Tese confirmada com tudo que veio a seguir até o fechamento épico com outro clássico eterno, “Holy Wars...the Punishment Due”. Tudo arquitetado e comandado por um dos pais e maiores símbolos do heavy metal mundial, o homem dono de uma mão nervosa e sua tradicional voz: Dave Mustaine. O guitarrista Kiko Loureiro (Angra) deu um ânimo surreal para Mustaine, que foi um show à parte na apresentação em solo paranaense.
Obviamente, Mustaine era o centro das atenções. Mas em vários momentos do show dividiu os holofotes com Kiko Loureiro. O brasileiro dispensa maiores apresentações. Tanto em riffs, quanto em solos, se mostra um guitarrista magistral. E teve seu momento de “guitar hero” à frente do palco em “Conquer or Die”, faixa instrumental do mais recente disco da banda, Dystopia.
O baixista David Ellefson e o novo baterista Dirk Verbeuren foram destaque nas músicas “Dawn Patrol” e “Poison Was the Cure”, que tiveram participação efusiva do público.
O som estava perfeito em todo o show e o palco muito bem montado com plataformas, que contracenava com o grande telão com imagens relacionadas às músicas e a história do Megadeth.
O Megadeth estava com sangue nos olhos e feeling de sobra, desfilando técnica e peso absurdo, levando várias doses de torcicolos a seus aficionados e fazendo-os perderem a voz de tanto cantar e gritar suas músicas. Uma verdadeira catarse espiritual. Uma overdose de cerca de duas horas do mais puro e intenso heavy metal.

Voltar

 
hidea.com   e-mail